domingo, janeiro 07, 2007

Porque o amor é nuvem, por cima de mim, E correntes, por debaixo.

E afunda-me os pés, Ou cai sobre mim como um dilúvio. Como uma cidade, como uma tribo, Me envolve a paixão; Encontra a nostalgia O seu albergue e o seu descanso Aqui no meu coração. E em torno de mim há somente Ventos rodopiando Abu Nuwas, aqui

Imagem daqui

2 comentários:

Márcia(clarinha) disse...

Oi lindinha
que delicia seu blog, belas palavras em forma de poesias, bela imagens que as complementam, muito lindo!
Obrigada pela visita.
linda semana,flor
beijossssssssssss

Alone Lady disse...

Obrigada pelo carinho, marcia...
e pela sua visita também, claro...
linda semana e volte sempre...
bjosssssssssssssssss