quarta-feira, janeiro 12, 2011


As coisas não mudam, nós é que mudamos. 
O início de um hábito é como um fio invisível, 
mas cada vez que o repetimos o ato reforça o fio, 
acrescenta-lhe outro filamento, 
até que se torna um enorme cabo 
e nos prende de forma irremediável, 
no pensamento e ação. 

(Orison Swett Marden)

2 comentários:

figbatera disse...

É isso mesmo...

Luciana disse...

Pois é, papi... Obrigada por me visitar e comentar... Seus coments são muito bem-vindos!! bjo!