domingo, novembro 12, 2006

**Recomeço**

Recomeço Enxarco meu coração em sangue esperando ouvir o som da ultima batida Já não vejo uma luz no fim do túnel Imersa estou em ondas de trevas iluminadas Prossigo olhando e vejo claramente a morte pulsar A não-vida prevalecer intacta Onde estão meus sentimentos? Por que já não sinto dor? As mágoas escorreram junto à minha última lagrima Os ventos me lembram tufões de solidão Ao fim nada me resta senão pranto Lembro da vida ao socar espinhos Recordações de ti, solidão, não me restam Mas estes dias se findaram Eu morri, mas ainda estou aqui Seguro firme meu orgulho enquanto caminho Somente dor a cada passo nessa estaca de pregos sob o abismo da segunda morte A cada dia um fardo fica Anseio pelo dia que estarei livre Fecho olhos e vejo tempos breves O que vejo, ao horizonte, um ponto escuro Ao alcança-la finalmente chegarei ao recomeço O tempo de viver é agora, pois finalmente posso sorrir pomposa... (Sah)

Um comentário:

K' disse...

bom bom -.-'
... esta magrela q escreveu deve ser uma gotica depressiva rs rs rs ...
... de qualquer forma vc deveria postar mais coisas suas ...
... saiba que eu tive que procurar muito até achar um de sua autoria ...
nway ... bju